Você também é refém da Caderneta de Poupança?

Sim, há uma grande chance de que mais de 90% dos leitores deste texto sejam reféns da mais tradicional aplicação financeira do país.

Até aí, mal nenhum pois, se você tem dinheiro poupado você também faz parte de uma minoria brasileira: menos de 10% da população brasileira possui uma reserva financeira para emergências ou para a aposentadoria. Veja como é dramática a situação dos brasileiros.

O Brasil possui atualmente mais de R$ 700 bilhões depositados em cadernetas de poupança. Isso mesmo. Das classes mais baixas às classes de alta renda, as pessoas não sabendo e não recebendo as melhores orientações de seus bancos – continuam aplicando seus recursos em uma modalidade (enquanto a taxa básica de juros estiver acima de 8,5% ao ano) que paga juros de 0,5% + Taxa Referencial (TR) ao mês. Em tempo, a TR para o período de 15/07/2014 a 15/08/2014 será de 0,1205 %. Sendo assim, temos uma rentabilidade em torno de 0,6% ao mês.

Enfrentamos uma período de descontrole da inflação pelo governo que vem perdendo a disputa pela estabilidade de preços. Apesar da inflação oficial medida pelo IPCA (Indice de Preços ao Consumidor Amplo) em junho ter sido de 0,40%, a inflação acumulada nos últimos 12 meses superou o teto da meta que é de 6,5% ao ano e atingiu 6,52% ao ano.

A inflação alta traz vários perigos ao país: crédito caro, diminuição do poder de compra de seu dinheiro mensalmente, instabilidade nos empregos e instabilidade no país. Mas realmente, o impacto financeiro em suas aplicações ao longo do tempo talvez seja o pior dos males.

Com o rendimento da caderneta próximo ao da inflação, você poderia aplicar, por qualquer período, o dinheiro que tivesse e pudesse e, no máximo, protegeria seu capital: ou seja, manteria seu poder de compra. Dá para ficar satisfeito com isso imaginando um período de acumulação de 20 ou 30 anos para sua aposentadoria?

Dica: a caderneta de poupança pode ser muito útil para reservas de emergência quando você é impactado pela perda do emprego, quando adoece ou quando precisa ajudar um familiar. É um investimento fácil de entender e cujos rendimentos são isentos de Imposto de Renda.

Outra dica, sem querer fazer qualquer propaganda: a única caderneta de poupança 100% garantida em caso de falência da instituição bancária é a da Caixa Econômica Federal. Esta garantia sempre existiu e é mantida por decreto federal.

Falando novamente de sua aposentadoria, caso queira ter um futuro tranquilo comece logo a buscar informações sobre Fundos de Renda Fixa, Tesouro Direto, Letras de Crédito do Agronegócio, Letras de Crédito Imobiliário e Previdência Privada.

Para ter ganhos reais (ganhos acima da inflação) trate de se libertar das algemas que lhe mantém preso à caderneta de poupança ou o futuro será seu algoz.

Boa semana!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *