O que eu quero para você em 2015

2014 foi difícil de engolir…

Foi difícil engolir a campanha eleitoral. Foi difícil digerir os números maquiados de nossa economia. O único bolo que cresceu foi o da corrupção. Perdemos de sete da Alemanha como quem leva uma torta na cara.

top - 2015

Que em 2015, você ache saída para aquilo que te impede de ser mais feliz. Que fique mais próximo de quem ama e que não deixe de perder de vista os seus amigos. Que suas amizades não se resumam a um “Não some, não…”

Que suas viagens pelos elevadores e aeroportos sejam abençoadas com “Bom dia, como vai?” e inúmeros “Tenha um bom dia”.

Valorize aqueles que lhe ensinam algo útil pois é cada vez mais raro alguém dedicar tempo e atenção sincera a você. Dê passagem para o veículo que vem da outra rua entrar: ele deve ter algum motivo para tanta pressa. Evite se importunar nas filas com aquele que passou na frente: a fila não andará mais rápido e você só conseguirá acelerar seu AVC.

Que no próximo ano você se dê ao luxo de fugir do consumo inútil e gaste menos do que ganhe. Que você seja elogiada(o) pela maioria mas, não unanimemente, para não esquecer que é preciso melhorar sempre. E que seu melhor lado prevaleça: o de dentro.

Separe seu lixo e economize água no seu dia a dia. Você precisará se manter cheirosa(o) e limpinha(o) também na velhice.

O terceiro milênio é o da transformação social. Descubra seu papel e como você pode contribuir coletivamente para as causas que julgar importante. É só começar e o universo retribuirá.

Que seu 2015 desça redondinho!

Boas Festas!

P.S.:  Parabéns ao surfista Gabriel Medina que lavou nossa alma antes do ano acabar! Volto em Janeiro!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *