Título de capitalização: você quer financiar a sorte alheia?

Duvido que qualquer cidadão que tenha uma conta corrente e freqüente sua agência jamais tenha sido “convidado” a adquirir um título de capitalização. Este produto é apresentado sob diversos nomes para lhe convencer que você é um sortudo em potencial: “fulano” dos milhões, “ciclano da sorte” e por aí vai…

Pouca gente sabe mas, a famosa TeleSena que se tornou um fenômeno de vendas catapultado pela propaganda ostensiva na TV, também é um título de capitalização. A ínfima poupança formada no título é que permitia trocar por uma outra sempre que a pessoa não era premiada. Como custava em torno de um real em determinada época, Sílvio Santos foi aumentando seu império empilhando moedas de R$ 1,00. É verdade que alguns poucos compradores foram premiados.

O que realmente quero dizer é que o título de capitalização nada mais é que uma poupança programada cuja reserva formada pelo seu dinheiro e o dos outros é utilizada para “financiar” os prêmios do sorteio. Toda a formatação do produto é calculada para isso. Além disso, os títulos de capitalização são vendidos nos bancos em prazos muito longos – chegando até 60 meses ou mais – pagando uma rentabilidade ridícula pela sua disciplina em ter o prêmio descontado todos os meses diretamente em sua conta corrente.

Há títulos que são corrigidos pela TR (taxa referencial de juros) que, atualmente, é 15 vezes menor que a inflação anual. Ou seja, você estará perdendo dinheiro durante a vigência do título. E pior, se precisar resgatar o dinheiro investido antes do vencimento, terá disponível menos de 60% do que poupou dependendo do momento. O restante estará bancando a reserva para sorteio.

Resumindo: títulos de capitalização são bons apenas para quem vende! Na próxima vez que for ao banco e lhe oferecerem um produto como este, reflita se você prefere tentar a sorte ou garantir um melhor caminho para investir seu dinheiro conquistado com tanto esforço.

Boa semana e boa sorte em suas decisões!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *